Le Poá

Design, ilustração e propostas visuais

Vamos brincar?

A Toy Art, uma fusão de brinquedo e arte, retira o brinquedo de seu lugar comum de lazer para transformá-lo em objeto de coleção ou decoração. Feitos para o público adulto, os art toys são brinquedos criados por artistas e designers e que sempre aparecerão em pequenas tiragens. São uma forma de arte, contendo críticas, sátiras e o que mais for conveniente (ou inconveniente).

Na linha da Toy Art, o site Tadan! promove uma divertida brincadeira. Imprima o modelo de boneco de papel disponível, customize e envie ao site. Seu toy pode aparecer na galeria e os mais legais ficam disponíveis para baixar.

http://tadandesign.blogspot.com

E falando em brinquedos, o artista plástico britânico Robert Bradford utiliza os brinquedos velhos de seus filhos para criar esculturas que acabam virando outros brinquedos.

Até lembra algumas fotografias de Vik Muniz (autor da capa do CD dos Tribalistas). Ele constrói figuras com elementos diversos como brinquedos, comida, areia e até diamantes.

Se você ainda ama seus brinquedos de infância ou se ainda é um consumidor desse produto mas tem vergonha de admitir, fique tranquilo. Brinquedos nunca saem de moda!
Dani baby

Banksy

Se você já passou por aqui e viu as notícias sobre bottons novos, você provavelmente se empolgou ao saber que fizemos bottons com imagens de obras do Banksy. Se não foi isso que aconteceu, você então provavelmente deve ter pensado “mas quem é Banksy?”. Não se sinta mal, ninguém sabe. Banksy é a assinatura do autor, ou autora (ou autores?) de grafites e stencils maravilhosos que aparecem nas ruas de Londres há anos. Difícil também determinar desde quando, já que nem sempre as obras são assinadas, mas (penso eu em minha insignificância) podemos contar aí por meados dos anos 80. Ou não.
Banksy já criou polêmica, levando a crítica à sociedade de forma criativa e “acessível” ao público. Recentemente, expôs no Museu de Bristol, sua suposta cidade Natal. Se você, como nós, nunca foi à Londres, não se desanime. Felizmente, Banksy também faz da internet território livre para a arte. Eis abaixo o site oficial.
Não deixem de conferir, é lindo.

http://www.banksy.co.uk/menu.html

Bárbara S. de P.

Wha…?

Não estamos aqui pra fofocar sobre artistas, mas é pra falar de visual, né? Vamos falar de bizarrices visuais. Seguinte. Então. Lady Gaga apareceu vestida de Caco O Sapo (dos muppets, lembra?) da cabeça aos pés, numa entrevista.

Ok. Não sei mais o que dizer sobre isso…
… não imaginava que isso fosse possível, mas acho que ela conseguiu ganhar do vestido de ganso da Björk, até hoje unanimidade entre os críticos de moda como o pior figurino de todos os tempos. A infame roupitcha foi costurada em casa pela própria cantora, para ser usado na entrega do Oscar, em 2001. Faltou apenas os críticos entenderem que o visual foi um sarro bem humorado da breguice da cerimônia. Tudo bem, Björk já está acostumada com o posto de “bizarra incompreendida”. Bizarra, mas genial. Já Lady Gaga é… bom… bizarra.
by Bárbara S. de P.

Intervenção no post by Tex Viana…

Só uma consideração..mais bizarras que as duas: Alguém pode me explicar qual é a da Lily Allen?

O começo do arco-íris

Homocultura também é cultura e, assim como qualquer cultura que se constrói na base da resistência, também é história. Um dos bottons que a Le poá criou para comemorar a parada gay de BH é um resgate do início do movimento – a primeira rainbow flag. Citando nosso próprio bottom, “sabia que a primeira RAINBOW FLAG tinha oito listras?”. Não? Olha só:

“A primeira bandeira do arco-íris foi desenhada por em 1978 por Gilbert Baker, um artista de São Francisco que criou a bandeira em resposta ao pedido de um ativista local, da necessidade de um símbolo da comunidade (antes do triângulo cor de rosa ser usado popularmente como símbolo do orgulho gay). Usando a bandeira de cinco listras (“Flag of the Race” – bandeira de corrida) como inspiração, Baker desenhou uma bandeira com oito cores: rosa, vermelho, laranja, amarelo, verde, azul, índigo, e violeta. De acordo com Baker, aquelas cores representavam respectivamente: sexualidade, vida, cura, sol, natureza, arte, harmonia e espirito. Baker tingiu e costurou o material da primeira bandeira sozinho.”

De lá para cá, mais história ainda se desenrolou em torno dessa bandeira. Quer saber mais? Esse link tem a continuação do trecho acima. O site tem muitas informações e inclusive fontes bibliográficas a respeito dos símbolos gays e suas origens:

www.libertos.com.br

E, se você gostou do bottom, espere para ver os outros! Já estão todos disponíveis na nossa loja virtual.

Beijo-me-liga!

by Bárbara S. de P.

Le parade!

No dia 19, esse domingo, acontece a XII Parada do Orgulho LGBT de Belo Horizonte e a Le poá estará lá, marcando presença em prol da igualdade com seus bottons comemorativos. YEAH! Olha só esse da foto. Gostou? Esse é da série do Banksy, você pode encomendar através da nossa loja virtual, mas os outros – os modelos novos em homenagem ao movimento gay – esses só depois da parada. A menos que você vá!

Vamos lá, bill, visibilidade é o babado! E visibilidade com estilo, cá entre nós, é o que há.

A Parada desse ano tem o tema “Seus direitos, nossos direito, direitos humanos!” (Sim, toda parada gay tem um tema político, tá achando que é só festa?) e a aglomeração começa na Praça da Estação, a partir das 12 horas.

No dia anterior, estaremos também na V Caminhada das Lésbicas apoiando as meninas, que merecem seus modelos exclusivos também – oras!

A concentração da caminhada vai acontecer na Praça Sete, a partir das 14 horas. Tema: “Visibilidade sem Violência – lesbofobia é Crime”.

Se você não é “entendido”, apareça para dar uma força ao movimento e compre um botton para presentear um amigo. O que? Não conhece nenhum gay? Aaaaaaaaaaah, conhece sim! Rá!
Vai fazer o quê, de tão importante nesse fim de semana? … ficar em casa? Assistindo o Faustão?
tsc tsc tsc…

Nos vemos lá!

Bárbara S. de P.

Visual novo

O nosso querido blog está com um layout novinho em folha.

Além do visual, que é uma gracinha, temos aqui algumas novidades muito legais – e práticas.

Logo acima, temos um menu supercharmoso, de onde vocês poderão acessar diretamente a nossa loja virtual e também encontrarão um link para o nosso perfil.

No mais, vocês também sempre encontrarão por aqui informações, novidades, dicas e etc (principalmente etc!) sobre tudo relacionado à nossa santíssima trindade: design, ilustração e propostas visuais.

Nos vemos por aqui!

Bárbara S. de P.

Post Secret

Vou começar meu Domingo com um clássico da internet que, se você não conhece, vai adorar conhecer. O site Post Secret é mantido há uns 5 anos por um cara chamado Frank Warren e rendeu livros, exposições e foi até tema de um videoclip da banda The All American Rejects em 2006.

Funciona assim:

Você usa a sua criatividade pra fazer um cartão postal anônimo, contando um segredo seu (é internacional, portando, afine seu inglês). Depois, envia para 13345 Copper Ridge Rd Germantown, Maryland 20874.
Os cartões mais legais são postados todos os domingos no site. Simples, né?

Tem de tudo, de segredos divertidos a outros bastante pesados, mas nunca deixa de ser um apanhado de imagens intressantes, produzidas – na maioria das vezes – com o charme do mais amador dos materiais.

Eu acompanho há quatro anos, acreditem: vira hábito. Tem gente que espera o Domingo pra assistir Faustão, eu espero pra ver os novos segredos. Aproveitem pra pegar a safra de hoje:

www.postsecret.com

Bon appetit!

(se quiserem saber mais, tem aqui: www.postsecretcommunity.com)