Le Poá

Design, ilustração e propostas visuais

Arquivo do Autor

WordPress

Mudando pro wordpress apenas porque é mais bonito mesmo. E a funcionalidade é melhor!

Esse é só um post de teste.bjs

Anúncios

O pior do pior

Você conhece Rob Liefeld? Não queira. Ou melhor, conheça, porque a gente também precisa ver o que é ruim para ter parâmetros do que é bom. Rob é desenhista da Marvel, milionário, “conceituado” (com todas as aspas possíveis) e odiado por milhões de leitores de HQ. Vamos deixar bem claro aqui, uma coisa é distorção estilizada (Aeon Flux!), uma coisa é estilo ou mesmo a minha amada simplicidade gráfica (Angeli!), outra coisa é preguiça. Alguém que desenha há anos devia, pelo menos, já ter aprendido a desenhar mãos ou treinado os princípios básicos da perspectiva. Ou prestado mais atenção à anatomia feminina, por exemplo. Ao menos em consideração aos leitores. Para vossa diversão, deixo aqui o link de um site que fez uma lista dos 40 piores desenhos de Rob Liefeld. Se você tiver alguma teoria de como esse anti-talento foi ganhar milhões na Marvel, por favor, deixe seu recado.

(na ilustração: uma brincadeirinha com o inacreditável senso de anatomia de Rob Liefeld)

Bárbara S. de P.

Pic Nic na savassi Domingo 13/09

Alias, domingo dia enorme!!

Começa com Livro de graça na praça da Liberdade, 8h!
Livro de Graça na Praça da Liberdade

e de tarde teeeeeeeeeeem:

Domingo cheio!!

“Pic-Nic na Savassi & Seminário Design Contemporâneo
por Marcelo Terça-Nada!

No domingo, 13/9, a rua Antônio de Albuquerque, entre Sergipe e Alagoas, será fechada durante a tarde e noite em Belo Horizonte. O motivo será a realização do Pic-Nic – um evento/instalação urbana dedicada ao design onde múltiplas atividades acontecerão, dentre as quais um seminário e uma feira de design.

O picnic “abre” ao meio dia e a ideia é passar o dia por lá, leve sua toalha xadrez, comes e bebes… Junto com o Pic-nic vai ter o “Escritório ambulante de arquitetura” do Breno e Louise Ganz, pista de skate, playground interativo do Grupo MOM (Morar de Outras Maneiras), e feira de design (tipo a feira hippie) com 32 barraquinhas.

Os debates acontecem a partir das 18h.

Participo da mesa “Design de Interesse Público” junto com Wellington Cançado (UFMG/Vulgo), Sérgio Rosa (Overmundo), Ana Paula Baltazar e Silke Kapp (Grupo MOM/UFMG). Veja a programação completa do Seminário Design Contemporânea e do Pic-nic: www.mostradedesign.com.br/?p=4

bjs!!
Vamos vamos vamos!!!

Indie 2009

Você tá lembrando que o último dia do festival mundial de cinema independente (em BH) é amanhã? Pois é, eu também não vi. É, acontece… ei, calma. Calma! Largue o cabelo! Ei, pare com isso! Pa… CALMA! Ainda dá tempo! Dá sim, calma calma calma…

Olha, a programação de amanhã está aqui. Isso… respire…. muito bem… Ano que vem tem mais, não fique assim…

Bárbara S. de P.

Arte paintbrushiana


Viva a simplicidade! De presente para vocês, capas de discos refeitas no Paint Brush. Diversão pura.

http://www.dazeddigital.com/Music/gallery/18/4336/0/Paint_My_Album

Bjs

Bárbara S. de P.

Arte e ciência

Essa me lembrou o robô de metal líquido do “Exterminador do futuro 2”. Pois bem, o ferrofluido (também chamado de fluido magnético) é um líquido que possui partículas magnéticas e que pode ser moldado através (óbvio) da magnetização. O material foi inicialmente desenvolvido pela NASA nos anos 60 para controlar combustíveis na falta de gravidade do espaço, mas a japoneza Sachiko Kodama o usa para criar esculturas mutáveis.

Aos céticos e pouco impressionáveis (como eu), eu aconselho que esperem até que o video atinja 3 minutos.

O material também foi usado para fins artísticos pelos brasileiros do grupo SCIArts.

Mais um, pra quem ainda não acreditou no que viu:

Wow.

Bárbara S. de P.

100 anos de manifestos

Desde os dias da planfetagem radical, design e designers possuem uma longa história de luta pelo direito e trabalho para transformar a sociedade. A subida da forma literária do manifesto paralelo também ao aumento da modernidade e da propagação de de impressão.

O post original está aqui

Eu encontrei alguns manifestos em português, mas boa parte é do Google Tradutor (peço desculpas, mas ele tem melhorado)

1909 The Founding and Manifesto of Futurism, F.T. Marinetti
1914 Manifesto da Arquitetura Futurista , Antonio Sant’Elia
1919 Bauhaus Manifesto, Walter Gropius
1922 Manifesto of the Painters’ Union, Taller de Grafica Popular
1923 Topology of Typography, El Lissitzky
1923 The New Typography, László Moholy-Nagy – a call for design against the bourgeois, in support of the proletariat.
1959 The journal “New Graphic Design,” though not explicitly a manifesto, called for a radical rethinking of design along more scientific lines.
1964 First Things First, Ken Garland
1967 The Society of the Spectacle, Guy Debord
1971 La coscienza del designer, Albe Steiner
1978 Atlante Secondo Lenin – not so much a design manifesto, as a designed manifesto. The innovative infographics visualize theories for gaining power.
1979 Ahmedabad Declaration on Industrial Design for Development
1983 The Free Software announcement, depois melhorado no Manifesto Gnu de 1985
1987 Design memorandum. Dall’etica del progetto al progetto dell’etica.
1989 Carta del progetto grafico, Giovanni Anceschi, Giovanni Baule, Gelsomino D’Ambrosio, Pino Grimaldi, Giancarlo Iliprandi, Giovanni Lussu, Alberto Marangoni, Gianfranco Torri
1990 A Scandinavian Design Council Manifesto on Nature, Ecology and Human Needs for the Future
1991 The Social Role of Design, Pierre Bernard
1991 The Munich Design Charter
1996 Viewer’s Declaration of Independence
1998 Ne Pas Plier statement
1998 People’s Communication Charter
2000 First Things First update – não apenas sobre propaganda, mas definindo novos valores
2000 Incomplete Manifesto for Growth, Bruce Mau
2001 AIAP, Desenho, etica e comunicação
2001 Socialist Designer’s Manifesto – uma serie de ideologias baseadas nas linhas do Dogma95
2001 Designers Against Monoculture, Noah Scalin
2002 First Declaration of the St. Moritz Design Summit
2004 A cultura livre do Manifesto
2006 The Public Role of the Graphic Designer
2006 Free Font Manifesto, Ellen Lupton
2006 Owner’s Manifesto, The Maker’s Bill of Rights
2007 The Designer’s Dilemma and subsequent Designers Accord
2007 1000 Words: A Manifesto for Sustainability in Design, Allan Chochinov
2008 White Night Before A Manifesto, Metahaven
2009 The Repair Manifesto from Platform21

E alguns anti manifestos

2008 Project H Design (Anti)Manifesto: A Call To Action For Humanitarian (Product) Design
2009 This is Not Manifesto — uma alternativa para a concepção prática – dura -acertando a perspectiva anarquista

Às vezes é bom ler essas coisas, as idéias fluem melhor…

Tex Viana